Estamos Online!
22 outubro 2019 0 comentários

Curitiba tem 438 praças. Além das praças, a cidade conta com Jardinetes, Largos, Jardins Ambientais, núcleos Ambientais e parques o que dá a Curitiba, a vantagem frente a outros centros urbanos de ter uma proporção de 60 metros quadrados de área verde por habitante.

Curitiba contempla praças que além de muito verde trazem na bagagem muita história. Começamos nossa viagem pelas praças de Curitiba, por aquela que recebeu o marco zero da cidade, a Praça Tiradentes. Ela já teve outros nomes como Largo da Matriz e Largo Dom Pedro II.

Passou a denominação de Praça Tiradentes com a Proclamação da República em 1889. Primeiros povoadores de Curitiba como Matheus Leme e Baltasar Carrasco dos Reis tinham residência na região.

Ainda no período colonial, a região da Tiradentes já foi se desenhando, a partir da Igreja Matriz foram abertas ruas e o comércio estabelecido.

Era da Tiradentes também que saia o bonde no fim do século XIX, que tinha como base umas das linhas do Largo da Matriz.

A praça contempla também uma importante marca da imigração alemã, o prédio que abrigou a primeira farmácia da capital, fundada por imigrante alemão, preserva até os dias atuais um relógio solar em sua fachada.

A praça tem importância na atualidade da rotina curitibana, unindo o antigo e o inovador. Um importante núcleo de comércio, terminal de ônibus e inúmeros monumentos em homenagem a ilustres nomes do passado.

Nela uma passarela de vidro possibilita o visitante observar o calçamento antigo da região.

 

Fonte https://cbncuritiba.com/as-438-pracas-de-curitiba/